Domaine de Fontlade Saint Qvinis Rosé 2010.

Para degustar esse vinho rosé, preparei um risoto de salmão defumado com gengibre e alcaparras. Essa receita foi retirada do blog Cozinha Travessa. Vamos ao prato primeiro.

Foto: blog Cozinha Travessa
Ingredientes:

2 xícaras de café (bem cheias) de arroz arbóreo (arroz para risoto)
1 cebola média cortada bem miudinha
2 colheres de sopa bem cheias de manteiga sem sal + 1 colher para finalizar
1/3 copo de vinho branco
1 1/2 litros de caldo de legumes ou de peixe
2 colheres de sopa de alcaparras
2 colheres de sopa de gengibre em conserva ou gengibre fresco
100 gramas de salmão defumado
OBS: se quiser usar o gengibre em pó, utilize apenas 1 colher

Preparo:

1) Em uma panela grande aqueça a manteiga e a cebola. Deixe fritar, aumente o fogo e adicione o arroz (sem lavar), mexa bem e deixe fritar. Mexa ele constantemente de forma a não queimá-lo, ele não deve ficar dourado, apenas incorporar na manteiga. Depois de 2 ou 3 minutos diminua o fogo para médio e adicione o vinho branco. Continue mexendo. Nesta etapa todo o álcool da bebida vai evaporar.

2) Assim que o álcool for absorvido pelo arroz e secar, comece a acrescentar as primeiras conchas do caldo quente. Acrescente sempre, duas conchas por vez. Você agora não deve parar de mexer, não se esqueça de esfregar o fundo da panela deixando o fundo bem limpo para que o arroz não grude. Vá acrescentando mais conchas de caldo, a medida que a água for secando.Vá experimentando o arroz e observando a textura e continue mexendo, acrescendo caldo e acrescente o gengibre.

3) Continue acrescentando caldo e mexendo. O ponto do arroz, deve ser al dente e a esta altura o arroz já triplicou de tamanho e rendeu, enchendo a sua panela. O risoto não pode secar, não é soltinho como o arroz comum, ele é papado mesmo, aliás, muito papado. Acrescente o salmão e as alcaparras. Experimente para ver se haverá necessidade de colocar sal. Adicione a colher de manteiga, que deverá deve estar bem gelada, no centro da panela. Misture delicadamente, sem encostar a colher na manteiga, ou seja, misture na lateral da panela, de forma que manteiga fique no meio e vá se desfazendo aos pontos. Isso ajudará o seu risoto a ficar com este brilho e da o gostinho especial. Sirva imediatamente.


Para acompanhar esse prato sugiro um rose de Porvence, minha indicação é o Domaine de Fontlade Saint Qvinis, distribuído pela La Cave Jado (www.cavejado.com.br). Ótimo vinho, elegante com um nariz agradável (frutas vermelhas e pêssego), em boca é longo e aromático, boa estrutura e um final fresco e persistente. Feito de um corte 50% Cinsaut e 50% Grenache. Sua cor salmão é suave, mas brilhante. Sou suspeito para falar dos vinhos rosés de Provence, pois sou fã incondicional deles, esse que sugiro tem um ótimo custo benefício!

Um comentário:

  1. É de dar água na boca ... Obrigada Silas! e até breve
    Abraços

    ResponderExcluir